Please reload

Posts Recentes

Os melhores micro lotes de cafés são premiados na STA

August 20, 2016

Silvanius Kutz (Itarana) e João Delpupo (Afonso Claudio) foram os vencedores do Concurso Single Origin

 

A colheita dos cafés especiais acontece em diversas etapas, visando colher somente os maduros. Na cata o produtor seleciona os melhores grãos e cuida especialmente deles, pois é o primeiro resultado do trabalho árduo de um ano. Para premiar os melhores cafés desta primeira seleção, a Coopeavi criou o concurso de micro lotes de cafés especiais (Single Origin).

 

Cada produtor pôde selecionar uma saca de café para concorrer ao prêmio máximo, de 1,8 mil reais na saca do melhor arábica e mil reais na saca do melhor conilon. Para a surpresa da organização do concurso, a primeira edição da premiação recebeu 174 amostras. Tiveram cafés de diversas localidades do Espírito Santo e Leste de Minas Gerais.

 

“A quantidade de cafés inscritos foi uma grande surpresa, devido ao período que ocorreu o concurso, não esperávamos essa quantidade de amostras”, comemora o gerente do negócio café da Coopeavi, Giliarde Cardoso.

 

A escolha do primeiro colocado aconteceu depois de três degustações: uma para definir os finalistas, outra para selecionar os 22 melhores (12 arábicas e 10 conilon) e uma última para ranquear e definir o vencedor. Essa última degustação ocorreu no palco principal da V Semana Tecnológica do Agronegócio, no Parque de Exposições de Santa Teresa (ES).

 

O resultado final apontou o café arábica do agricultor Silvanius Kutz, de Alto Barra Encoberta, em Itarana, como o melhor com nota de 90,25. “A emoção é grande, a gente capricha e a recompensa vem”, disse Kutz visivelmente emocionado. “Eu ainda estou colhendo, esse café foi da primeira cata que fiz, pois, os cafés na minha região amadurece aos poucos. No mês que vem volto para colher o restante”, comenta.

 

Já a origem do melhor café conilon não foi surpresa, e mais uma vez o vencedor foi o cafeicultor João Delpupo, de Afonso Claudio, com nota 88,50. Nos últimos anos, ele ganhou oito concursos de qualidade de café em primeiro lugar. Para ele “o grande segredo é gostar do que se faz e o cuidado na colheita e pós-colheita”.

 

Confira abaixo a lista dos cinco melhores de cada variedade de café:

 

Arábica

1º - Silvanius Kutz (Itarana)

2º - Antônio Carlos Delpupo (Afonso Claudio)

3º - Sydnei Grunewaldt (Itarana)

4º - Luciano Pimenta (Afonso Claudio)

5º - Wendel Becalli Casagrande (Itaguaçu)

 

Conilon

1º - João Delpupo (Afonso Claudio)

2º - Adolfo Delpupo (Afonso Claudio)

3º - Maycom Tonoli (Venda Nova do Imigrante)

4º - Luciano Tonoli (Afonso Claudio)

5º - Edilson Brandt (Afonso Claudio)

Please reload

Arquivo
NOTÍCIAS
EM DESTAQUE

Veterinário faz comparativo de linhagens na avicultura de postura

August 23, 2018

1/5
Please reload

TODAS
AS NOTÍCIAS